there's nothing left to do but waste my time

7:03 PM


Sempre achei Copeland um tanto depressivo. Eu não sei se é a voz melódica, as letras um tanto tristes, mas de qualquer forma, era minha banda preferida para aquelas noites que o coração aperta e os olhos revelam o que a mente sente: saudade.

E as músicas, repetidas dezenas de vezes pelo ipod, me ninavam, como um carinho que eu gostaria de receber no momento. Os versos me abraçavam e meus braços vazios correm para um travesseiro que eu gostaria que fosse alguém especial.

Mas hoje, durante a chuva, pensei que escutar Copeland fosse além do depressivo suportável.

Nunca encontrei tanta paz. Agora as músicas me ninam e eu adormeço sorrindo.

You Might Also Like

0 comentários.

Subscribe